11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Conheça a rinoplastia funcional e seus benefícios

Muito além da estética, a rinoplastia pode ajudar em outros aspectos

Muito além da estética, a rinoplastia funcional pode contribuir positivamente para a saúde dos pacientes 

 

Quando pensamos em rinoplastia, a primeira coisa que vem a cabeça é a transformação estética do nariz e, embora esse seja um dos principais motivos que levam a busca do procedimento, ele não é o único. 

A rinoplastia funcional é uma cirurgia que visa corrigir não apenas as insatisfações estéticas na região, mas também contribuir para uma melhora significativa em distúrbios relacionados à respiração. 

Embora seja um procedimento com inúmeros benefícios aos pacientes, muitas pessoas ainda desconhecem suas reais funções, e é justamente sobre isso que falaremos hoje. 

O que é a rinoplastia funcional e como a técnica é realizada? 

Define-se como rinoplastia funcional o procedimento cirúrgico realizado com o principal objetivo de corrigir o nariz, restabelecendo suas estruturas para que elas se posicionem corretamente e ofereçam maior conforto respiratório para o paciente. 

Isso inclui ajuste das válvulas nasais, correção de septo desviado, hipertrofia dos cornetos nasais, patologias dos seios da face ou traumas e lesões ocorridas na região. 

Normalmente, o procedimento pode ser realizado a partir de duas abordagens cirúrgicas: a rinoplastia aberta e a rinoplastia fechada.

A rinoplastia aberta consiste em uma técnica que realiza uma pequena incisão na columela – região central da base do nariz – que se torna quase imperceptível após a recuperação. 

Já na rinoplastia fechada são realizadas apenas incisões por dentro do nariz, sem que seja necessário realizar cortes por fora e, portanto não costuma deixar nenhuma marca no rosto.

Todo o processo costuma ser bem rápido e, em geral, a cirurgia não dura mais do que duas horas.

Veja também: Pós-operatório de rinoplastia: os principais cuidados que você deve ter

A Rinoplastia pode ajudar a melhor a sua saúde

Quais doenças é possível tratar? 

Indicada para o tratamento de diversos problemas respiratórios, a rinoplastia funcional pode contribuir positivamente tanto em casos congênitos, em que o desenvolvimento do nariz tenha sido afetado de alguma forma, quanto em casos de traumas e lesões.

Para a primeira situação, são beneficiados pacientes que sofrem de:

  • Desvio de septo;
  • Hipertrofia de cornetos;
  • Patologias do seio da face.

Já para quem sofreu algum trauma ou possui uma doença respiratória, é possível que a cirurgia plástica no nariz seja viável em situações como:

  • Rinite; 
  • Fraturas;
  • Perfuração no septo;
  • Rinossinusite e outras condições que afetem a respiração do paciente.

Para quem ela é indicada?

Inicialmente, a cirurgia de rinoplastia funcional é indicada para quem está com a respiração comprometida e deseja melhorar sua qualidade de vida, desde que não existam contraindicações médicas. 

Diabéticos, hipertensos e pessoas que sofrem com doenças crônicas também podem realizar o procedimento, desde que estejam com as patologias controladas e que elas não comprometam a recuperação ou até mesmo a cirurgia. 

Além disso, a idade mínima para se submeter a rinoplastia é de 16 anos, após o desenvolvimento total já estabilizado.

Quais são os benefícios da rinoplastia funcional?

Muito além dos benefícios para a respiração dos pacientes, a rinoplastia funcional também pode ser uma grande aliada na busca pela simetria e melhor aparência estética do nariz, uma vez que visa corrigir sua estrutura para favorecer suas funções.

Sendo assim, quem opta por realizar essa cirurgia garante não só mais qualidade de vida, mas também benefícios estéticos aos pacientes.

Agende agora a sua consulta!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).