11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Como pintar o cabelo em casa

Quer pintar o cabelo em casa? Antes disso, veja nossas dicas!

Pintar o cabelo em casa é a saída de muitas mulheres que compartilham uma rotina cheia de obrigações e não dispõem de tempo nem paciência para ir a um salão ou simplesmente não gostam ou não estão com dinheiro para pagar pela mão de obra de um profissional qualificado. O que fazer nessas horas? A solução de muitas de nós é pintar o cabelo em casa, mas será que essa é a melhor opção? O fato é que quem quer pintar o cabelo em casa precisa tomar alguns cuidados, uma vez que estamos falando sobre uma parte de nosso corpo que, além de ser bastante delicada, é nosso cartão de visitas: os cabelos.

É preciso ter um preparo antes de sair pintando o cabelo, até porque o número de mulheres que acabam saindo com os fios quebradiços é GRANDE! A falta de habilidades também pode deixar seus cabelos pintados de forma desigual e você vai precisar fazer retoques, o que irá enfraquecer os fios ainda mais. Para você não passar por apuros e conseguir os melhores resultados, conversamos com especialistas da área e trouxemos algumas dicas importantes para quem quer experimentar pintar as madeixas em casa.

1. Teste o produto antes de usar

A melhor forma de saber se você é sensível a algum tipo de produto é fazendo o teste antes de despejá-lo na cabeça. Essa é uma atitude que previne uma série de dores de cabeça posteriores. Mesmo que os produtos estejam menos agressivos hoje, sua saúde fica sempre em primeiro lugar, certo? O teste consiste em aplicar uma pequena quantidade no antebraço e aguardar alguns minutos. Após isso, observe se sua pele reagiu – se teve alguma coceira, vermelhidão ou queimação. Se nada acontecer, você tem sinal verde para ir em frente com a tintura, seguindo sempre as instruções contidas na embalagem.

2. Como separar as mechas?

Antes de separar as mechas, os fios devem estar úmidos e bem desembaraçados. Quando tiver deixado o cabelo solto, com a ajuda de um pente, você precisa dividir o cabelo ao meio e fazer dois rabos de cavalo – um de cada lado. Feito isso, divida-os uma segunda vez em duas partes de forma que o cabelo fique todo separado em forma de cruz, ou seja, em quatro partes iguais, duas na frente e duas atrás.

Agora, em cada uma delas, separe algumas mechinhas de cabelo com 2 cm de espessura e prenda-as usando grampos largos. Para aplicar a tinta, o pincel deve ser largo e você deve sempre começar pela raiz, descendo até as pontas. Na região da franja, você pode aplicar a tinta da raiz para trás. Quando as mechas estiverem pintadas, o ideal é fazer uma massagem com as mãos a fim de espalhar mais o produto. Respeite o tempo necessário que vem sempre escrito na embalagem do fabricante. Em geral, esse tempo é de 40 minutos após a aplicação da coloração e de 20 minutos para os tonalizantes sem amônia.

3. Xô, cabelo desbotado!

A saúde do fio tem um papel crucial tanto no efeito da coloração como também na durabilidade da tinta. Um produto de boa qualidade é importante nessas horas, mas, além disso, o cabelo precisa estar bem cuidado para que os fios não fiquem opacos e sem vida após a coloração. Uma dica é sempre, antes e depois da coloração, fazer uma hidratação dos fios e certificar-se de que eles não estão quebradiços.

Se os fios estiverem enfraquecidos, a coloração vai ir embora rapidinho e há um grande risco de ocorrer queda capilar. Após a pintura, lembre-se de fazer uma hidratação a cada 15 dias. Evite dormir com o cabelo molhado e use sempre protetor solar capilar, além de preferir o pente de madeira, que não quebram os fios. Outra dica bastante útil é ficar longe de xampus antirresíduos, uma vez que eles ajudam a desbotar os fios. O ideal é usar também um leave-in de qualidade para ajudar triplicar a proteção.

CTA Assine o BLOG Dra Luciana Pepino 2

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).