11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Como a micropigmentação pode devolver sua autoestima

Procedimento estético pode corrigir imperfeições, fazendo com que a mulher se sinta ainda mais bonita

Desde jovens, a vaidade faz parte da vida das mulheres e é um fator que influencia diretamente na autoestima e autoconfiança ao longo da vida. Afinal, quem é que não gosta de se sentir mais bonita e jovem? 

Neste sentido, alguns procedimentos estéticos se apresentam como bons aliados para corrigir insatisfações ou imperfeições – principalmente no rosto – que podem comprometer e até deturpar a visão que a mulher tem de si mesma. 

A micropigmentação é um deles. Mas, você sabe como funciona e quais são os reais benefícios que a técnica pode trazer na sua vida? Confira a seguir! 

O que é a micropigmentação? 

Trata-se de um procedimento estético que consiste em implantar na pele pigmentos capazes de corrigir falhas em diferentes partes do corpo. 

Muito conhecida para modelar novas sobrancelhas, a micropigmentação também pode apresentar bons resultados ao redesenhar os lábios, camuflar olheiras, disfarçar falhas no couro cabeludo e cicatrizes e até mesmo redesenhar as auréolas mamárias perdidas. 

A partir dessa técnica, é possível recuperar de forma natural e rápida diversas outras imperfeições que comprometem a autoestima da mulher.

Quais são os benefícios e impactos do procedimento na autoestima das mulheres? 

Embora o empoderamento feminino e a autoaceitação estejam cada vez mais presentes entre as mulheres, é normal que nem todas elas se sintam felizes com a sua aparência, o que muitas vezes, pode resultar em quadros de ansiedade, depressão e outras doenças relacionadas. 

No entanto, através da estética, é possível se beneficiar das técnicas disponíveis para devolver a autoestima para essas mulheres e fazer com que elas se sintam melhor com o seu rosto e corpo, estabelecendo uma relação de carinho e autocuidado. 

Dessa forma, a micropigmentação se apresenta como um procedimento capaz de promover esse tipo de mudança, uma vez que pode corrigir as falhas que mais as incomodam, renovando sua aparência e melhorando-a esteticamente. 

Além disso, a técnica ajuda a deixá-las mais confiantes, uma vez que no caso da reconstrução das aréolas, por exemplo, a mulher recupera o sentimento de feminilidade.

A quem se destina a micropigmentação?

A micropigmentação é definitiva? 

Uma das maiores dúvidas relacionadas à micropigmentação facial é se o procedimento é definitivo ou não.

Na verdade, embora possa variar de paciente para paciente, em geral seus resultados podem ser observados durante seis meses à um ano, sendo necessário retocá-la com a frequência indicada pelo profissional responsável. 

Cuidados pós procedimento

A fim de se obter os melhores resultados com a micropigmentação, o indicado é que a paciente escolha um profissional de confiança para que se alcance o objetivo com sucesso.

Além disso, recomenda-se que após a técnica sejam cumpridas algumas medidas para uma boa cicatrização e duração dos resultados. Dentre eles, podemos destacar: 

  • Hidratação da área onde o procedimento foi realizado de no mínimo 2 vezes ao dia;
  • Realizar o retoque no período recomendado;
  • Evitar a exposição solar nos primeiros 7 dias após a técnica;
  • Não se esquecer de usar filtro solar após o período, ainda que não vá sair de casa.
Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).