Como descobrir qual o procedimento mais indicado de acordo com seu corpo?

Mulheres cirurgia plástica

Cirurgia plástica ajuda mulheres com diferentes silhuetas a obter mais satisfação pessoal e autoestima

Conhecer o tipo de corpo ajuda a definir quais os cuidados com a aparência mais relevantes para você e também qual a cirurgia plástica que mais pode ajudar na definição da silhueta.

A identificação do procedimento estético mais adequado – e que melhor atende às necessidades da paciente – depende de uma avaliação personalizada do cirurgião plástico.

Portanto, o tipo de corpo é um dos principais fatores analisados pelos especialistas para determinar qual a cirurgia plástica recomendada. Saiba mais a seguir!

4 tipos de corpos – e a cirurgia plástica mais indicada para cada um

Em geral, os especialistas usam quatro categorias para auxiliar na definição do tipo de corpo das pacientes e quais mudanças estéticas seriam mais satisfatórias.

Apesar de serem os mais comuns, pode ser que você não se reconheça em nenhum deles. Nesses casos, a avaliação do cirurgião plástico poderá auxiliá-la a identificar suas características mais latentes e também procedimentos que podem aumentar sua satisfação estética.

Magra com barriga

Um tipo muito comum de silhueta é a mulher magra, com tronco e membros enxutos, mas que tem uma barriga indesejada e difícil de eliminar. Em geral, esse depósito ocorre por uma tendência genética de acúmulo de gordura na região abdominal.

Esse desenho corporal também pode acometer mulheres após a gestação, causando um acúmulo não apenas de gordura, mas também de pele no local. Nesses dois casos algumas técnicas indicadas incluem:

  • drenagem linfática: quando a sensação de estufamento no abdômen é causada pela retenção de líquidos uma alternativa é a drenagem linfática que auxilia na eliminação desse desconforto e não exige uma cirurgia;
  • mini lipo: técnica que usa uma solução tumescente para fazer uma lipoaspiração mais concentrada e em área menor. A aspiração é realizada por cânulas e a cirurgia é feita utilizando apenas anestesia local;
  • miniabdominoplastia: procedimento recomendado para remoção do excesso de pele quando ele é concentrado na parte de baixo da barriga. Por meio de uma incisão acima do púbis é removida a pele e pode ser feita a sutura dos músculos abdominais para uma barriga mais firme posteriormente.

Cintura fina e quadris largos

Também chamada de silhueta violão ou pera esse tipo de corpo caracteriza-se por uma parte superior menor e inferior alargada, com acúmulo de gordura nos quadris, glúteos e coxas.

Dessa forma, a cirurgia plástica pode ser indicada para oferecer uma maior proporção entre a região superior e inferior. Algumas técnicas indicadas incluem:

  • lipoescultura: consiste na união entre lipoaspiração, para remoção da gordura localizada na parte inferior e distribuição dela em outros locais, como panturrilhas e braços;
  • prótese de silicone nas mamas: nesse tipo de silhueta a colocação de prótese de silicone é indicada para melhorar a proporção entre as partes do corpo. O volume deve ser avaliado pela paciente em conjunto com o cirurgião plástico para um resultado mais harmônico.

Destaca-se que pacientes com essa característica corporal têm maior tendência a culotes e celulites. Nesses casos outros procedimentos estéticos indicados podem incluem drenagem linfática, radiofrequência e carboxiterapia.

Mulheres com diferentes tipos de corpos

Com excesso de gordura em todas as regiões

São casos nos quais a paciente tem maior tendência ao sobrepeso e obesidade com gordura acumulada no tronco, pernas e braços.

Nesses casos, antes de definir uma cirurgia plástica que melhor atenda às necessidades identificadas, é fundamental dedicar-se para emagrecer e estar no peso ideal para realizar uma intervenção estética mais segura e satisfatória. Algumas das técnicas indicadas incluem:

  • lipoaspiração: recomendada para remoção de depósitos maiores de gordura localizada, contribuindo para afinar a silhueta, ainda que não seja indicada como solução para emagrecer;
  • abdominoplastia: técnica que permite a remoção do excesso de pele e flacidez da região abdominal, podendo remover a pele desde a região superior ao umbigo. Também é realizada a sutura dos músculos abdominais para auxiliar na estabilidade e manutenção dos resultados;
  • redução mamária: caso a paciente também relate um excesso de volume mamário, principalmente se ele causar desconforto físico ou emocional, o cirurgião plástico pode indicar a redução visando uma mama mais proporcional à nova silhueta e confortável à paciente.

Destaca-se que uma possibilidade nesses casos é a associação de técnicas, principalmente a lipoaspiração e abdominoplastia, proporcionando um resultado mais satisfatório em uma única intervenção cirúrgica.

Mulheres muito magras

São as pacientes que se identificam com uma silhueta mais magra e têm dificuldade de engordar ou ganhar peso. Em geral, esse corpo pode ainda apresentar pernas compridas e pouca musculatura.

Nesse caso, a recomendação é um trabalho interdisciplinar entre preparador físico, nutricionista e cirurgião plástico para que a paciente tenha resultados satisfatórios.

Apesar de muitas pessoas não compreenderem, a magreza em excesso também pode caracterizar um incômodo à paciente, sendo importante definir como é possível melhorar a satisfação pessoal. Em geral, a indicação inclui:

  • implantes: existem diferentes tipos de implantes corporais que podem ser realizados para um corpo mais harmônico, como mamário, nos glúteos, coxas e panturrilhas. O fundamental é avaliar conjuntamente com o cirurgião plástico qual o resultado almejado.

Portanto, cada tipo de corpo tem algum tipo de cirurgia plástica que pode auxiliar a alcançar uma silhueta mais harmônica ou desejada pela paciente.

As mudanças estéticas são indicadas para oferecer mais satisfação pessoal e autoestima de forma que, não importa o seu tipo de corpo, a intervenção estética só deve ser realizada se ir de encontro aos seus objetivos.

A avaliação com um cirurgião plástico de confiança é fundamental para uma conversa honesta sobre seus incômodos e expectativas em relação à cirurgia plástica.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp