Alimentos que vão te desestressar

autoestima

Descubra 5 alimentos que jogam o estresse para bem longe.

Atualmente, o estresse está por toda parte. O ritmo de vida dos tempos modernos está cada vez mais estressante e as pessoas estão tendo que lidar, além do estresse, com problemas de ansiedade e depressão, doenças que tem aumentado muito nos últimos anos e que, muitas vezes, estão interligadas e podem acarretar problemas mais graves se não forem tratadas à tempo. Com tantas responsabilidades familiares, estudos e obrigações na empresa fica quase impossível o estresse não bater na porta uma hora ou outra. O estresse não só torna tudo mais difícil, mas acaba comprometendo a saúde. Muitos pensam que o estresse só pode ser tratado por meio de terapias ou medicamentos. O fato é que a alimentação também tem um papel importante no nosso organismo e, para quem ainda não sabia, existem alguns alimentos que ajudam a combater esses sintomas e tranquilizar a pessoa. Dentre as dezenas de alimentos existentes, listamos abaixo os mais eficazes na redução do nível de estresse.

Passiflora
Até hoje, muitos acham que o maracujá acalma, mas, na verdade, isso é um mito, pois o maracujá em si não tem esse efeito e também induz o sono. O que acontece é que houve uma confusão pelo fato da passiflora – nome científico dado à planta do maracujá – conseguir esse efeito de relaxamento. A folha do maracujá comprovadamente tranquiliza e provoca sonolência, mas as substâncias contidas na fruta não tem esse poder. O maracujá, de fato, possui substâncias relaxantes, mas são valores tão pequenos que seriam necessários dezenas de sucos de maracujá para poder relaxar, o que desclassifica essa fruta para a nossa lista de hoje. O chá da passiflora, entretanto, realmente funciona e muito bem!

Laranjas
As laranjas pertencem à classe dos cítricos ricos em vitamina C, além de apresentar cálcio, potássio e magnésio em sua composição. São conhecidas por conseguir diminuir a pressão sanguínea e, com isso, regular os níveis de cortisol do organismo, principalmente após eventos estressantes. O ideal é consumí-la pelo menos uma vez ao dia, o que aumenta o sistema imunológico, evitando uma série de doenças oportunistas e, ao mesmo tempo, combatendo a depressão, a ansiedade e o estresse.

Amêndoas
Sementes comestíveis e crocantes, as amêndoas são repletas de vitamina E e B2, além de conter zinco, magnésio e outras substâncias que combatem o estresse e a ansiedade porque aumentam a quantidade de serotonina no organismo. O zinco, em especial, ajuda a combater os efeitos negativos desencadeados pelo estresse, enquanto a vitamina E vai agir como antioxidante, destruindo os radicais livres. É importante frisar, no entanto, que deve-se consumir amêndoas com moderação. O ideal é consumir um pequeno punhado, uma vez que as amêndoas são mais calóricas e podem acabar engordando se forem consumidas em grandes quantidades, o que irá aumentar ainda mais o estresse.

Salmão
Além de ser delicioso e fazer muito bem para a saúde, uma pesquisa feita com pessoas diabéticas mostrou que o ômega 3 presente no salmão previne os hormônios do estresse, adrenalina e cortisol de terem picos. Uma dieta rica em ômega 3 ajuda o indivíduo a reduzir consideravelmente o risco de desenvolver doenças cardíacas. Ou seja, mais um motivo para consumir mais salmão!

Abacate
O abacate é outro alimento que ajuda a diminuir os níveis de estresse. Abacates são ricos em mais de uma dezena de diferentes minerais e ácidos graxos muito bem recebidos e absorvidos pelo nosso organismo, além de ser altamente benéficos. Além disso, o abacate é riquíssimo em vitamina B, que estimula o desenvolvimento das células cerebrais saudáveis. Essa fruta possui também um alto índice de gordura monossaturada, que irá combater a hipertensão causada pelo estresse e, ao mesmo tempo, aliviar a ansiedade graças ao aumento da serotonina no organismo.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).