Dicas pra você cuidar dos seus esmaltes!

Os esmaltes são os grandes queridinhos das mulheres, sendo usados praticamente todos os dias. Você sabe como cuidar bem deles? Conheça aqui alguns truques para conservá-los por mais tempo!

Os esmaltes são, de longe, um dos itens de beleza mais queridos entre as mulheres dos quatro cantos do mundo, haja vista a indústria de esmaltes, que é uma das que mais prosperam e crescem no mundo inteiro ano após ano. Com cores, tonalidades e nomes infinitos, os esmaltes são os grandes parceiros da mulherada, e para algumas, ficar sem esmalte significa estar praticamente despida. No entanto, é muito comum, e geralmente por falta de armazenamento adequado ou mal uso, o esmalte acabar endurecendo, perdendo seu brilho ou até mesmo estragando com o tempo. Para ajuda-la a evitar essas inconveniências, separamos algumas dicas que vão ajuda-la a estender melhor sobre como cuidar de seus esmaltes e, principalmente, mantê-los no mesmo grau de desempenho e eficácia.

1. Armazenamento adequado
Uma das causas mais comuns que fazem o esmalte estragar é o armazenamento errado do produto. Para que seus esmaltes não fiquem endurecidos, o indicado é sempre armazená-los em um local mais fresco e sem claridade, calor ou frio em excesso, já que isso acaba comprometendo a qualidade e durabilidade do produto. Outro erro muito comum é colocar os esmaltes jogados na horizontal em caixas ou outros recipientes. O ideal é guarda-los em pé, evitando assim que haja mudança de cor.

2. Endurecimento do esmalte
O prazo de validade para os esmaltes são de, geralmente, 3 anos ou pouco mais do que isso, ou menos, dependendo das condições nas quais ele é armazenado e usado. Após este período, o esmalte tende a ficar naturalmente mais grosso e, às vezes, até difícil de ser aplicado nas unhas, comprometendo até mesmo seu resultado. Uma ótima solução para retroceder este efeito é pingar algumas gotas de diluentes de esmalte ou óleo de banana dentro do produto e misturar bem. Mas, atenção, pingue apenas algumas gotas para manter a consistência e a cor naturais do produto.

3. Organize-os por data
Essa é uma ótima opção até mesmo para evitar desperdícios. Para poder organiza-los sem grandes problemas, considere maletas, gavetas ou caixinhas, além das famosas nécessaires. Os esmaltes mais antigos devem ser colocados no fundo da caixa e, os mais novos, na frente. Assim, você não usa somente os novos e deixa que os antigos estraguem, fazendo bom uso de todos eles. Além disso, se você dispor de um grande número deles, organize-os por grau de tonalidade!

4. Feche bem as tampas
Um erro muito comum entre as mulheres é usar os esmaltes enquanto estão pintando as unhas e, com medo de borrar os dedos, fecharem o produto superficialmente. Isso ajuda a endurecer o esmalte, evaporá-lo, além de contribuir para a perda da cor e da consistência do mesmo, diminuindo sua vida útil. Por isso, sempre feche os esmaltes, mesmo durante seu uso. Outra coisa que vale lembrar é agitá-los antes de usar, deixando-os mais homogêneos e, em caso de precisar ser aberto várias vezes durante seu uso, ele irá apresentar mais proteção e resistência aos impactos externos de luz e calor.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).